sábado, 19 de dezembro de 2009

Para Maria Clara

Quero ser teu exemplo e teu guia, teu mentor e protetor.
Minhas mãos te apontarão caminhos e juntos faremos novas descobertas.
Meus braços ainda serão fortes para te amparar e meu coração será aconchego para compartilhar teus segredos, celebrar tuas emoções, confortar tuas dores, refúgio nas incertezas, que um dia foram as minhas.
Tenho tantas histórias para contar, tantas canções para ninar, tantos sorrisos para te alegrar e, se os tombos da vida te fizerem chorar, eu chorarei contigo para que as lágrimas cessem mais rápido.
Não vai faltar energia para expurgar os bichos-papão, o monstro debaixo da cama e os fantasmas das noites insones, porque vou velar teu sono para que teus sonhos sejam povoados de fantasias de criança.
E quando cresceres quero estar presente e vou me empenhar para cedo aprenderes a voar. Aí poderás escolher o melhor destino que, se quiseres, poderemos traçar juntos e que a tua jornada seja segura e prazerosa.
E um dia, quando eu voltar a ser criança de novo, poderás retribuir, segurando a minha mão na paz de um acalanto final.