sexta-feira, 7 de setembro de 2012

PSN

O partido que mais cresce neste período eleitoral é o PSN, Partido dos Sem Noção. Mesmo militantes de outros partidos podem integrar o PSN, pois não há necessidade de filiação formal. Para participar é preciso, antes de tudo,  atitude. E aí é fácil identificar os potenciais sem noçãozistas.

É o cara que te interrompe com um assunto menor quando estamos concentrados em resolver aquela questão crucial ou que interrompe a explanação na parte mais complexa para  perguntar uma obviedade.  É aquela pessoa metida a engraçadinha nos momentos em que se exige seriedade e formalidade. É aquele que é apresentado a gente num dia e no outro já se imagina amigo de infância e faz confidências inclusive sobre a vida sexual dele.  É aquele que não distingue gestos e palavras afetuosas e passa cantada até na mãe dos amigos.
O Sem Noção age sem ter noção de hora, lugar ou contexto, com o perdão da redundância necessária. É um inconveniente e um dedicado à causa de atrapalhar a vida dos outros. O Sem Noção é primo irmão do chato
Na política é aquele ou aquela que só critica, em tudo vê terra arrasada e, provocado a apresentar soluções, vira montanha que pariu um rato. É aquele ou aquela que promete o que sabe que não vai cumprir. É aquele ou aquela  que assume compromissos e não entrega. É aquele ou aquela que teoriza sobre o   que não entende porque acredita que todos os outros são sem noção como ele. No caso da política, o Sem Noção é primo irmão do demagogo.

Se me permitem, lanço um veemente apelo: livrem-me dos chatos e demagogos