sexta-feira, 7 de abril de 2017

Meu mundo caiu

Cada vez que vejo a cara contristada dos envolvidos na Lava Jato sendo levados pela Policia Federal lembro daquela música da imortal Maysa: Meu Mundo Caiu.  Vale o mesmo quando avalio os recentes casos  de celebridades  acusadas de assédio ou agressão à  mulheres e deixo  claro que não estou fazendo condenação prévia.  O fato é que, quando o assunto vem a público  e ganha manchetes na mídia,   o sujeito deve se sentir muito miserável. Tinha tudo, inclusive o sentimento de impunidade e daqui a pouco não tem mais chão, não tem mais nada, exceto a execração pública. Ah, se pudessem voltar atrás!


De início,   fico  sinceramente compadecido porque penso sempre na família dos envolvidos,  que é a outra vítima mais próxima dos malfeitos, embora, muitas vezes, também beneficiária no caso dos  desvios de dinheiro público. Passo a imaginar como os  filhos vão encarar  e ser recebidos pelos colegas na escola, ou o que vai dizer a esposa dos indiciados as suas amigas, o que não  vale evidentemente para a mulher do Sérgio Cabral. “Meu mundo caiu”, devem pensar.
Mas chega a hora em que o que cai é a ficha e  me dou conta de quem são as verdadeiras vítimas: todos  nós espoliados pela corrupção e todos aqueles que enfrentam as variadas formas de  preconceito e violência. E aí, diante  da magnitude e da perversidade dos  episódios, fico penalizado por mim e por todos,  porque foi meu mundo que caiu.
Pra compensar, feche os olhos e  imagine a maravilhosa Maysa interpretando "Meu mundo caiu":  
Meu mundo caiu
E me fez ficar assim
Você conseguiu
E agora diz que tem pena de mim

Não sei se me explico bem
Eu nada pedi
Nem a você nem a ninguém
Não fui eu que caí

Sei que você me entendeu
Sei também que não vai se importar
Se meu mundo caiu
Eu que aprenda a levantar
https://letrasweb.com.br/maysa/meu-mundo-caiu.html