segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Provocações eróticas

A provocação continua. Acho mesmo que estou sendo vítima de uma quadrilha organizada para me desestabilizar. É que todos os dias  meus e-mails pessoais são infestados por  mensagens que relatam maravilhas de aditivos para turbinar  a relação sexual.  Ainda não entendi porque sou alvo deste insidioso marketing erótico. Suspeito que pela faixa etária o algoritmo - ou  será logaritmo? – escolhe a quem direcionar a mensagem. Quanto mais idade,  mais  necessidade de um incentivo químico, deve ser a lógica dos logaritmos – ou será algoritmos? –,  só que no meu caso quebraram a  cara.  Garanto que não preciso e  quando declaro isso publicamente sempre  tem alguém maldoso para acrescentar ...”claro, não pratica mais!”.  De fato, a maldade humana não tem limites.

Apenas a título de ilustração e, reafirmo, só por isso, vale a pena publicizar algumas dessas mensagens provocativas. Exemplos: “Tenha  DUREZA (assim, com caixa alta) que as mulheres  gostam”, postagem de um tal de Jair Ribeiro, que convida para conhecer a erva afrodisíaca  Maca Peruana. O produto deve ser uma maravilha porque promete corrigir a impotência e a disfunção erétil, aumenta a fertilidade, proporciona reposição hormonal natural, com ganhos de energias, força e vigor, isso para resumir os benefícios da Maca Peruana.

Outro exemplo: “Uma noite com mais intensidade e prazer na sua cama”, mensagem de Rodrigo Escobar, parecida com a de da Carolina Correa “Suas noite (sim, maltratando a concordância) com mais intensidade e prazer na sua cama”.  O que não faltam são mensagens apelativas, tipo “Sexoando pra valer sem murchar”, de Rebeca Amaral; “Jamais seja debochado  por falta de desempenho”, de Camila Ribeiro e uma bem direta : “Sua cama vai pegar fogo”, de Salete Duarte. Interessante notar que são todos nomes comuns, como se dessem depoimentos d e usuários  ou beneficiários de um mesmo  produto, comercializado pela mesma empresa.

Já o Rodrigo Duarte apela  para o depoimento do que seria um especialista de credibilidade, o cientista e  endocrinologista Gustavo  Gonzales, de uma  tal Universidade Cayetano Heredia, que trata a Maca Peruana como “milagre dos Andes”, afirmando que “no Peru, muitos homens e mulheres usam a planta para  melhorarem sua vida sexual.” 

Apesar de toda publicidade não me arrisco a usar os produtos anunciados que, repito, aparecem nos meus e-mails para me provocar e desestabilizar.
Alias, é tanto o bombardeio sobre a tal Maca Peruana que não resisto a fazer ilações de mau gosto entre o nome do país de origem da planta e o órgão genital  masculino, reconhecendo que foi uma  bobagem do Peru...
É a minha vingança.