quarta-feira, 5 de março de 2014

Personagens do Facebook

As redes sociais, o Facebook em particular, tem aflorado uma série de personagens que a gente nem imaginava que existiam. Ou imaginava,  mas não percebia no mundo real.  A verdadeira persona estava escondida e o FB  foi um incentivo para ela se manifestar ou, de outra forma, a rede potencializou valores e crenças que o sujeito já defendia.

Observador da cena cotidiana que sou e um frequentador diário do Facebook,  cataloguei alguns tipos que se sobressaem na minha rede preferida, não necessariamente por ordem de importância ou de insistência em se manifestar:
- O patrulheiro de plantão – não interessa de que lado esta, o que importa é contraditar as postagens alheias, carimbando-as com expressões do tipo “é um imbecil”, “pessoal da extrema direita” ou “nova esquerda de Miami” ou o também pejorativo “coxinha”.

-  O petista aguerrido – andavam sumidos, mas ganharam força com as revisões do STF e agora são capazes até mesmo de arranjarem argumentos para defender o Zé Dirceu.
- O  odiento da Veja e da Globo  – derivação do petista aguerrido; para ele a Veja e a Globo deveriam ser empasteladas e a grande mídia mente, distorce, está a serviço a oposição e deveria ser calada. Seus contraditórios são os odientos da Carta Capital e  dos  blogs de matiz petista.

- O anti petista ululante – é aquele que coloca a culpa na Dilma, no Lula e nos “petralhas” por todos os males do Brasil e do Mundo, mas é constrangida no apoio aos candidatos oposicionistas.
- O saudoso dos milicos – Não se constrange em advogar a volta de um regime forte, porque “nos tempos da Redentora não existia essa bagunça que esta aí”.

- O fidelista&bolivariano – Defende Cuba como sendo o paraíso na terra e Chaves e Maduro como inspiradores da nova era democrática.
- O religioso virtual – está visivelmente em queda, mas volta e meia aparece com apelos religiosos e pedidos para compartilhar orações a seus santos preferidos.

- Os pais dos pets este está em franca expansão, exibem orgulhosos as belezuras e travessuras dos seus cães e gatos. 
- O militante de todas as causas – não sabe bem o que defende, mas adere a todas as causas propostas. Às vezes adotam o nome das causas, como os Guarani-Kaiowas que proliferam na FB

- A periguete virtual – se apresenta como moça de família, ingênua diante das perversidades deste mundo, mas cada vez que muda a foto de perfil parece que esta fazendo strip-tease. No inbox começa com um “oi”...
- O cheff – dos churrasqueiros de fim de semana aos produtores de pratos sofisticados, só pensam e postam aquilo: comilanças.

- O especialista  entende de tudo e dá palpite sobre tudo. Também conhecido como Mr. Google.
- O KKKKK  – não tem muito o que dizer, mas quer participar e aí comenta com essa joia rara e suas variações rsrsrsrs, hehehehe, hahahaha

- O desejoso de compaixão – faz da doença, sua ou de alguém próximo, ou de um infortúnio qualquer, motivo para desencadear uma rede de solidariedade.
- O flautista  - encontrável no âmbito da paixão pelo futebol. São provocadores dos adversários e incentivadores desse ópio do povo.

- O coxinha – não sei bem qual é o perfil e como agem, mas como tem sido citados frequência decidi elenca-lo aqui,
- O trocadilhista – Nem preciso dizer que sinto imensa inveja do Plinio Nunes e suas sacadas.

- O amoroso – está sempre postando fotos de familiares, acompanhados de juras de amor e frases orgulhosas sobre como são bons, bonitos e inteligentes.

Claro que humildemente me inclui no último perfil, ou seja, um vô amoroso.